Ave Maria in Talian

Ave Maria In Talian

Descrission: (leia também em português)

La Ave Maria de Bach/Gounod la ze stata cantada in pi de na sentenaia de léngoe ntel mondo intiero. Par la prima volta la ze registrada ntela Léngoa Talian, Patrimònio Cultural Imaterial e Riferensa Cultural Brasiliana (IPHAN, 2014). Col canto lírico, gavemo bu la intension de darghe distaco e alsar al stesso livelo dele léngoe ofissiai, come l’Inglese par esémpio, una léngoa che la ze stata proibida e dopo coionada come un parlar de gente rùstega e gnorante. Prima de cantada, se la sente dir su, stesso come se fea in colònia. Cola legenda in Talian, gavemo volesto tornarla un meso de insegnar la grafia del Talian, che el ze belche drio esser inseghà ntei ambienti virtoai e anca ntele scole. No bisogna legenda in portoghese parché ze um testo tanto cognossesto. Questo laoro, rispondendo a una esigensa del edital Fac Digital de 2020, al pi de promover e salvaguardiar el patrimônio lengoìstico portà par i imigranti italiani ntel RS e Brasil, el giova anca par menar el interlocutor a una riflession sossial sora la pandemia. El lema “Sté casa” ze un bon esémpio par dimostrar che le polìtiche de prevension dela magagna no le funsiona fra quei che i ghe manca un querto e un bocon de magnar. Un pelegrin a pié ntel sentro stòrico dela capital gaúcha, soto la piova, el ne porta el senso nostálgico che la pandemia la gà stramenà ntel di a di dei porto-alegrensi.

Descrição:

A Ave Maria, de Bach/Gounod, já foi cantada em centenas de línguas no mundo inteiro. Pela primeira vez, ela é registrada na Língua Talian, Patrimônio Cultural Imaterial e Referência Cultural Brasileira (IPHAN, 2014). Com o canto lírico, tivemos a intenção de dar destaque e colocar no mesmo patamar de outras línguas valorizadas, a exemplo do Inglês, uma língua que foi proibida e seus detentores ridicularizados por falarem um idioma diferente e “inferior”. Antes do canto, ela é rezada à maneira simples como acontecia na roça. A legenda, em Talian, procura servir para o estudante aprender a grafia do Talian, que já está sendo ensinado nos ambientes virtuais e também nas escolas. Não há legendas em Português por ser um texto muito difundido. Este trabalho, atendendo ao Edital Fac Digital de 2020, além de promover e salvaguardar o patrimônio linguístico trazido pelos imigrantes italianos ao RS e ao Brasil, também pretende conduzir o interlocutor a uma reflexão social inerente à pandemia. O lema “Fique em casa” é ideal  para exemplificar que as políticas de prevenção se tornam ineficazes àqueles entre os quais impera a fome e a falta de moradia. Um peregrino a pé pelo centro histórico da capital gaúcha, debaixo de chuva, registra o clima nostálgico que a pandemia semeou no cotidiano dos porto-alegrenses.

De Bach/Gounod para o Talian. Tradução, adaptação e edição – Juvenal Jorge Dal Castel; Interpretação – Raquel Flores – Soprano; Piano – Cristian Sperandir. Imagens Angelita Reolon; Gravação e Mix e Master – Anderson Marcolino – Alma Records.

www.cultura.rs.gov.br

www.feevale.br

www.feevaletechpark.com.br

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: